fbpx
aprimorar a curva de aprendizagem

Aprimorar a curva de aprendizagem é um dos objetivos das grandes organizações – que buscam a rápida evolução do desempenho dos profissionais. Quanto mais capacitado o profissional se torna, mais ele consegue realizar o trabalho rapidamente e com qualidade, pois aprende com os erros e encontra formas de ser mais produtivo.

Quando novos processos, procedimentos ou ferramentas são introduzidos no local de trabalho, é natural que os funcionários se sintam sobrecarregados e inseguros. A íngreme curva de aprendizado inicial associada à adoção de tal mudança costuma ser o que causa estresse nos trabalhadores.

Mas como aprimorar a curva de aprendizagem para maximizar a eficiência dos profissionais da sua empresa? Descubra logo a seguir.

O que é a curva de aprendizagem?

Uma curva de aprendizagem é usada como uma medida que determina o quão difícil ou fácil é para os educadores transmitirem conhecimentos e para os funcionários aprenderem novas habilidades ou adquirirem competências adicionais.

Geralmente, os alunos experimentam uma curva acentuada no início de sua nova experiência de aprendizagem. Em seguida, essa inclinação diminui à medida que eles gradualmente dominam o assunto.

É importante usar a teoria por trás da curva para apoiar experiências de aprendizagem em um amplo espectro de ambientes práticos. Por exemplo, ao discutir curvas de aprendizagem em um contexto de manufatura ou produção, a Harvard Business Review as define da seguinte forma: “a curva de aprendizagem mostra que os custos de manufatura caem conforme o volume aumenta.”

Portanto, se extrairmos dessa descrição subjacente e a aplicarmos a um contexto educacional corporativo, existem várias facetas da curva de aprendizagem:

  • Ele mede as relações entre o quão bem um funcionário executa uma nova tarefa para a qual ele pode ter sido treinado versus o tempo, energia ou custo investido em tal aprendizagem e treinamento.

  • A curva de aprendizagem nos leva a concluir que quanto mais tempo um funcionário gasta aprendendo sobre uma nova tarefa e, em seguida, fazendo isso, menos tempo ele precisará no futuro para realizá-la.

  • Também implica que os educadores não podem esperar que o treinamento forneça benefícios de desempenho ilimitados. Em algum momento, o tempo e o custo de fornecer o mesmo treinamento superam quaisquer benefícios potenciais para a empresa.

Como aprimorar a curva de aprendizagem?

aprimorar a curva de aprendizagem

O que as empresas e os instrutores corporativos podem fazer para ajudar os funcionários a tirar o melhor proveito das novas situações de aprendizagem – aprimorando a curva de aprendizagem?

Aqui estão algumas dicas que podem ajudar:

1. Comece na contratação

Quando as organizações contratam, normalmente analisam a formação educacional, a experiência anterior e as referências. No entanto, outras características – como habilidades sociais e adequação cultural – podem ter um grande impacto na decisão de contratação.

Os candidatos que não são adequados para a organização, mas ainda são contratados, provavelmente experimentarão uma curva de treinamento e aprendizado mais íngreme do que aqueles que se integram bem à cultura da organização.

2. Fomente a integração de novos funcionários

Frequentemente, os descuidos da contratação podem ser compensados se a empresa tiver um bom programa de treinamento. E o primeiro encontro com esse programa é durante o processo de integração do funcionário.

Se os empregadores fornecerem aos trabalhadores recém-contratados as informações, o treinamento e as ferramentas certas durante o processo de iniciação, a curva de aprendizagem para se tornarem produtivos será muito mais curta.

3. Foque no treinamento personalizado

Frequentemente, as empresas fornecem aos funcionários o pacote de treinamento “padrão” na esperança de que se tornem produtivos assim que concluírem o curso. Infelizmente, essa abordagem não funciona bem. Há uma percepção crescente entre os empregadores da necessidade de treinamento personalizado para nivelar a curva de aprendizagem.

4. Forneça uma mentoria

Um bom treinamento nem sempre fica restrito a estudos presenciais ou aprendizado à distância individualizado. Os programas de mentoria no trabalho também podem ser usados para encurtar a curva de aprendizagem.

Em alguns casos, mesmo um programa de treinamento formal bem estruturado não transmitirá toda a sabedoria e conhecimento necessários para que um funcionário dê o seu melhor no mundo real – especialmente em tarefas práticas ou muito particulares da organização. Os mentores têm a experiência da vida real que podem transmitir de maneira muito eficaz para novos funcionários.

5. Use a tecnologia

Mais organizações estão aprendendo a importância da tecnologia para aprimorar a curva de aprendizagem entre seus funcionários. Com o uso de soluções digitais, é possível promover treinamentos personalizados para suprir as necessidades de cada profissional.

Além disso, o uso de uma plataforma LMS permite criar programas de treinamento remotos. Os profissionais acessam suas lições por meio de qualquer dispositivo móvel – em qualquer horário e em qualquer lugar. Dessa forma, torna-se oferecer uma experiência de treinamento mais simples e eficiente.

Um bom LMS fornece os recursos e o suporte necessários para executar perfeitamente suas estratégias de treinamento. Com um sistema baseado na nuvem, essas plataformas permitem criar cursos rapidamente, inscrever usuários facilmente, monitorar com precisão o progresso dos participantes, gerenciar os movimentos de aprendizagem, bem como gerar e acompanhar indicadores de gestão das pessoas na organização.

Você gostou das dicas para aprimorar a curva de aprendizagem na sua empresa? Quer conhecer melhor os benefícios de uma plataforma LMS para otimizar os treinamentos da sua organização? Então entre em contato com a equipe da APECATUS.